quinta-feira, 30 de junho de 2011

DESCULPA ESFARRAPADA.

A velha raposa entra em cena: O sigilo dos orçamento das obras da Copa.
MOMENTOBRASILCOM.COM(comentário):
Com o prestexto de ser contra o sigilo dos gastos com a Copa, Sarney, Jucá e Companhia, aramaram um estrategema para serem ouvidos pela PresidentA. e conseguiu; Sob o guarda-chuva da 'governabilidade', instituiu-se o fisiologismo como regra: Antes, Dilma procurava resisitir ao assédio do PMDB e aliados, agora resolveu ceder. Jamais tenta-se a via da negociação íntegra. O toma lá dá cá, é o jetinho político mais fácil. A 'bola" da vez (se nenhum trocadilho), são as obras da copa do Mundo, a moeda da barganha, assim como esteve a governabilidade que institui o fisiologismo como regra principal, justificando todo tipo de malandragem. contratos entre o BNDES e governos estaduais, visando a liberação de recursos acima dos 20% do valor dos projetos(obras) e o não cumprimento de algumas cláusulas(afrouxamento de exigências), em nome da governabilidade e em detrimento da moralidade no trato da coisa pública. O RDC-Regime Diferenciado de Contrações está repleto de irrgularidades. Um deles, o sistema de contratações integrada, mudaram o prazo de apresentação das propostas de 150 dias, para apenas 30. nas entrelinhas, o favorecimento de empresas com projetos previamente prontos e consequentemente as únicas em condições de cumprir o prazo estipulado. Só nos resta, levar a coisa na base da gozação(vide foto ilustrativa).

quarta-feira, 29 de junho de 2011

COMISSÃO DA VERDADE?

Em entrevista na recente vinda a Salvador/Ba, a ministra da Secretaria Especial dos Direitos Humanos, lançando oficialmente a CV, Maria do Rosário declarou:
"È muito importante que o Brasil tenha a comissão da Verdade, é um encontro entre geraçoes. Uma democracia se fortalece enfrentando as próprias contradições. Na retomada dos debates, mantemos a posição sobre a importância de o Brasil abrir seus arquivos, ter conhecimentos sobre os fatos".
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Na teoria, o discurso da ministra é grandioso. Porém na prática, a coisa muda totalmente de figura. Excetuando-se o Exército e o STF, os demais órgãos que compõem o judiciário, legislativo e executivo da nação, deixam a desejar no quesito confiabilidade dos brasileiros. Resta saber, quais os integrantes dessa comissão; qual a interferencia do governo e políticos( Sarney e Collor são contra), que fatos realmente serão apurados e em que profundidade; quais as possíveis punições etc. E a fatíca pergunta: o resultado final dessa comissão, acabará em mais uma pizza? Só DEUS, sabe!

terça-feira, 28 de junho de 2011

O RECUO DO RECUO. PODE?

Pela terceira vez o Planalto muda de posição.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
A presidentA Dilma voltou a defender o fim do sigilo eterno dos documentos oficiais e pedirá socorro à base no Senado, ópte pelo texto aprovado pela Câmara, no intuito de encerrar as discussões existentes há semanas no governo. Na última quarta-feira, a ministra Ideli Salvatti afirmou que o Planalto acataria a decisão do Senado. Ocorre que, a maioria dos senadores é a favor do fim do sigilo. Contudo, o projeto aprovado pelos deputados, dobra o prazo para 50 anos de documentos considerados ultrassecretos. desta forma, a nação mais uma vez será enganada.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

EMPRESÁRIOS X IMPOSTOS

AVISO PRÉVIO.

MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):

È preocupante como o governo dificulta cada vez mais a vida do empresário brasileiro. O país possui uma carga tributária, beirando os 40%, transformando em verdadeira loucura o cálculo desses impostos, devido às normas tributárias. Para a manutenção de um empregado, a empresa tem que que despender cerca de dois salários com impostos. E políticos, simplesmente demagogos, querem a redução da jornada trabalhada(40 horas), sem redução do salario, na vâ esperança que as empresas contratem mais e os sindicatos tenham aumento de caixa. Com a nova lei do Aviso Prévio, onde haverá cobrrança em favor do INSS, o empregador arcará com 20% e o empregado com 8,9 ou 11%, de acrodo com a faixa salarial, sendo o teto de R$3.38,99. De que forma, pode-se aumentar o numero de empregos?

domingo, 26 de junho de 2011

RELAX DOMINICAL

sábado, 25 de junho de 2011

PADRE FALA SÔBRE CHICO XAVIER.

PADRE FÁBIO DE MELO TECE COMENTÁRIOS SOBRE CHICO XAVIER .
Entrevista que o Padre Fábio de Melo concedeu à jornalista Marília Gabriela no canal SBT - Sistema Brasileiro de Televisão no último domingo, 20/06/2010.
Entre os inúmeros assuntos abordados, ele narrou um pitoresco fato envolvendo uma fiel que o procurou para falar acerca de um problema grave.
A beata estava preocupada com a repercussão do centenário de nascimento do médium Chico Xavier. Filmes, reportagens e matérias pertinentes à vida do mineiro de Pedro Leopoldo, na opinião da senhora, exercem perniciosa influência na sociedade. O padre Fábio de Melo tranqüilizou-a, afirmando:
- Por que levantarmos vozes contra Chico Xavier, uma figura que exemplificou o amor, sensível e que dedicou toda sua vida ao semelhante? Não há razão para isso. Embora eu não seja reencarnacionista, admiro o cidadão Chico Xavier, sua sensibilidade...
Admirável a resposta do padre!
O fato de discordar de Chico torna o seu posicionamento ainda mais notável. Fácil admirar quem compartilha nossos ideais. Difícil, no entanto, olhar com generosidade e valorizar aqueles cujo pensamento diverge do nosso. Padre Fábio de Melo deixou de lado o rótulo e mergulhou na essência: os exemplos de Chico, um homem Cândido. A religião que professamos é apenas o rótulo, a essência são nossas atitudes. E negar a grandeza do coração de Chico Xavier é "tapar o sol com a peneira". Aliás, não apenas de Chico, mas de tantos outros missionários da bondade.
Quem em sã consciência pode tecer comentários maldosos do evangélico Martin Luther King ou de Madre Tereza de Calcutá? Impossível, são criaturas que deixaram contribuições marcantes no campo do amor e do idealismo, independentemente de suas religiões.
Não compreendo como há gente que se nega a valorizar as boas atitudes dos outros porque professam a religião A ou B. Trata-se de uma bobagem monumental, parece coisa de criança mimada. Aliás, muitas vezes nem entre confrades existe essa valorização. Uma pena!
Diferente agiu o padre: mesmo discordando dos princípios da crença de nosso Chico ele afirmou admirar o cidadão Chico Xavier. Quebrou o paradigma, olhou além das diferenças e proporcionou singular lição àquela senhora que alimentava deliberadamente o preconceito.
Com sua postura íntegra o Padre Fábio de Melo ganhou um novo admirador. Não poderia, portanto, deixar de registrar a digna atitude do sacerdote a fim de que sigamos seu exemplo de valorizar o trabalho alheio.
(WELLINGTON BALBO )

quinta-feira, 23 de junho de 2011

quarta-feira, 22 de junho de 2011

SÃO JOÂO: FORRÓ!!!!

Uma dupla que deixou saudades:

terça-feira, 21 de junho de 2011

NOVO CARGO VIRTUAL: BOMBEIRO DA DILMA

Lula tenta dar 'uma mãozinha' á afilhada:
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Ainda são muitas as preocupações da presidentA Dilma a fim de, apaziguar a bancada do próprio partido e o PMDB, o qual encontra-se nos calcanhares do vice Temer, querendo mais prestígio e poder. Para a dificil missão, o Lula deverá novamente entrar em cena, como ja havia feito para acalmar os senadores. No PT há claros indícios de rebelião, notadamente em SP, onde concentram-se os evidentes sinais do deputado Marcos Maia, que dentre outras coisas, deixou no 'gelo' por mais de 48h a nova ministra Ideli Salvatti, alengando agenda 'apertada', alem de tambem ameaçar por na pauta da Câmara para votação matérias que desagradam o Executivo. Com rewferencia aos 'documentos ultra-secretos, o governo tomou a decisão de 'esfriar' a questão, tentando que tal assunto só retorne à pauta, quando estiver mais calmo. Se isso realmente ocorrer, o Sarney que sempre esteve do lado do governo durante a ditadura militar, conduzindo inclusive o partido, que dava sustentação ao regime, saírá vitorioso.

segunda-feira, 20 de junho de 2011

A MÃO DE PALOCCI.

PT e PR brigam pelos Correios:
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Foi aberta uma crise na relação entre os dois partidos, com a demissão do Presidente dos Correios na Bahia, Jackson Jaques. E a bancada baiana pretende transofrmar em mais um dor de cabeça para Dilma. O deputado federal, João Carlos Bacelar(PR), indignou-se com a forma com que foi comunicadoda demissão do seu indicado, pedindo uma audiência ao presidente nacional da empresa, Wagner Pinheiro e impondo uma condição: caso ele não o atendesse até as 10h da última quinta-feira(16), pediria através de uma proposta de fiscalização e controle(PFC), o comparecimento na Comissão de Fiscalização e controle da Câmara, afim de, esclarecer denúncias de que teria favorecido a Camargo Correa quando era presidente da Petros. "Quem se gabou que me passou uma rasteira, que se previna" em entrevista a orgão de imprensa, considerando-se traído pelos desputados federais Nelson Peregrino e Zezéu Ribeiro, aos quais atribui a indicação de Cláudio Moras Garcia para o lugar de Jaques. Antes da troca, Wagner Pinheiro chamou Bacelar em sua sala e os dois tiveram um dialogo duro. Culminando com Bacelar bater na mesa antes da saída, dizendo n]ao aceitar a justificativa da mundança no comando da empresa na Bahia. E o clima esquentou depois que a VEJA(edição da semana passada), publicou matéria relatando que a Petros comprou do Itaú, seu braço de informatica que era rejeitado pelo mercado por R$3 bi na gestão de Pinheiro, negócio fechado com a participação de Antonio Palocci, o qual foi demitido por não conseguir explicar a origem do seu tremendo enriquecimento. Mais um fantástico 'abacaxí' para a presidentA Dilma, descacar!!!!!! E o ex-superministro, declara que nunaca usou a máquina do governo. Façam-me, uma garapa!!!!!!

domingo, 19 de junho de 2011

RELAX DOMINICAL

Música especialmente posta no MOMENTOBRASILCOM.COM:




sexta-feira, 17 de junho de 2011

TEMER CONTRA, LULA A FAVOR.

QUEM GANHA A QUEDA DE BRAÇO?

O vice-presidente Michel Temer defendeu nesta quinta-feira (16), em Recife (PE), a manutenção do sigilo eterno de documentos oficiais classificados como ultrassecretos e a liberação dos atos secretos, confidenciais e reservados após um prazo determinado."A discussão que está se pondo é a seguinte: nos casos dos atos ultrassecretos, dos pontos mais graves para o país apenas três hipóteses seriam passíveis de prorrogações em função do sigilo", afirmou Temer, referindo-se aos assuntos de fronteira, de segurança nacional e relações internacionais."E não significa sigilo eterno, porque daqui a 25 anos pode-se entender que nem essas três hipóteses devam ser mantidas em sigilo. Então, é preciso colocar as discussões nos seus parâmetros corretos. Não é o sigilo de todo e qualquer documento, só dos atos ultrassecretos e, dentre eles, alguns pontos", disse o vice-presidente."Em relação aos atos em geral, eu sou a favor do sigilo por um prazo determinado, e não mais do que isso."A posição do líder peemedebista é a mesma da presidente Dilma Rousseff e contrária à bancada do PT no Senado, que defende o fim do sigilo eterno dos documentos ultrassecretos.Projeto enviado há dois anos pelo governo Lula ao Congresso reduz de 30 para 25 o prazo do sigilo dos papéis ultrassecretos, mas permite a renovação por igual período, indefinidamente.Emenda aprovada em 2010 na Câmara estabelece, porém, que a renovação do sigilo só pode ocorrer uma vez, o que limita ao máximo de 50 anos o prazo para a liberação das informações.O governo quer derrubar a emenda no Senado, mas o PT é contra. O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, considera o sigilo .(Fonte: BOL):
"Sigilo eterno não, não existe nada que exija sigilo. Acho que tem de ter um prazo, a não ser que seja um documento entre dois Estados, que precisa ter mais cuidado. Mas o restante, acho que o povo tem mais é que saber _ disse Lula concedeu na quarta-feira curta entrevista acompanhada por sua assessoria, após participar de uma aula-espetáculo do escritor Ariano Suassuna, em São Bernardo do Campo. Hoje, a regra vigente para documentos classificados sigilosos tem prazos de divulgação de 5 anos para dados "reservados", 10 anos para os "confidenciais" e 20 anos para os "secretos". No caso dos papéis "ultrassecretos" o período é de 30 anos, mas pode ser prorrogado indefinidamente. Em 2009, Lula enviou um projeto ao Congresso que modifica essas regras, fixado em 25 anos o prazo dos documentos ultrassecretos, mas mantendo a possibilidade de renovação ilimitada. Na Câmara, foi feita uma emenda à proposta que limita a uma vez a renovação do sigilo, isto é, estabelece um prazo máximo de 50 anos. Agora o debate está no Senado, onde o PT chegou a se rebelar contra o Planalto, que quer retornar ao texto original. O ex-presidente e senador José Sarney (PMDB-AP), opositor do projeto modificado, já apresentou uma defesa da fixação de prazo, mas voltando a deixar em aberto as renovações. Ele já declarou que não se deve "fazer um Wikileaks" no Brasil.(Fonte:BOL).
MOMENTOBRASILCOM.COM(comentário):
Chega a ser hilária, essa situação. Um contra(o Temer), o outro (Lula) a favor. Convenhamos que nesse caso da divulgação dos documentos, não existe 'segredo eterno". A grande verdade é que tem muita gente grande e políticos com o "rabo-preso".`E muita gente com telhado de vidro, 'mamando' nas tetas do governo.
Mas não podemos diminuir a pressão. A naçao necessita saber sim.

quinta-feira, 16 de junho de 2011

NOS PORÕES DA DITADURA.

PT desafia Dilma:
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
O ex-presidente Lula, teve algumas indisposições com militates, quando tentou cumprir o estabelecido na Constituição que, após decorridos 25 anos de fatos que contam a história dio Brasil em qualquer segmento. Recuou da decisão e para a presidentA Dilma, assinar a liberação dos fatos ocorridos durante a ditadura Militar em 64. Liberação essa, que aconselhada pelo José Sarney e Fernando Collor, tambem recuou. A nação tem o direito de saber toda a verdade sobre as prisões, torturas e mortes. acontecidas nessa época. Um país sem passado, não pode programar o seu futuro. Fica sem história. Onde está o respeito principalmente pelas famílias dos que tiveram as vidas ceifadas, e que nem ao certo foram sepultados? Sabemos que muitos, foram jogados ao mar. Um político da estirpe do Sarney, não pode opiniar contrário sobre fato tão marcante e deprimente do Brasil. Há poucos dias, na inaugurução do museu nos chamdo "Túnel do Tempo", que liga o Congresso à Câmara dos Deputados, suprimiu as fotos onde mostravam o governo Collor e seu impeachment, tendo a petulância em entrevista dizer que o fato não era importante para o país. Como não? Se o movimento dos 'caras pintadas' exigindo a renúncia, a teve aprovada pelo proprio Congresso nacional, onde à época, o preseidente é o atual? Tem que haver mais respeito com os brasileiros, e a bancada do PT no senado, está a exigir da Presidente a liberação de tais documentos. Temos o direito de saber a verdade 'nua & crua".

quarta-feira, 15 de junho de 2011

CONSTITUIÇÃO & DEMOCRACIA.

EDITORIAL:

Enquanto o governo e o Congresso Nacional, continuarem a enxergar a Carta Magna do Brasil como um simples pormenor, não há a menor condição do país funcionar como uma democracia. As MPs tornaram-se um uso abusivo por parte dos governos, desde sua criação na Constituinte de 88. Estão descritos os casos em que o Presidente da República pode recorrer ás medidas e o texto é claro ao se exigir a observância de urgência e relevância no propósito de se tomar uma decisão com força de lei e eficácia jurídica com rapidez. e com o intúito de respeitar o equilíbrio entre os Poderes, que se confere ao Congresso a prerrogativa de aceitrar ou não que as MPs possam seguir em frente, até porque, o Executivo manda, mas se o Legislativo não achar que sejam adequadas, elas podem ser devolvidas, (o que normalmente não ocorre), pois, caso contrário, a Constituinte terai conferido ao presidente poderes não condizentes com uma República. Outrossim, no inicio o ab uso era só na quantidade. Hoje, é a exorbitância que inclui temas vedados pela Constituição e a quantidade deles em uma mesma medida Provisória. Uma das últimas que chegou ao Congresso, constou de 13 assuntos diferentes e após as emendas, ficou com 26. BRINCADEIRA TEM HORA!!!!!

terça-feira, 14 de junho de 2011

MULHERES ENCRENQUEIRAS.

Com mudanças na equipe, governo Dilma investirá para melhorar relação com Congresso e focar na gestão:

Ciente de que os problemas de articulação política de seu governo não acabam com a saída de Antonio Palocci e de Luiz Sérgio, a presidente Dilma Rousseff e sua nova equipe palaciana - formada pelas ministras Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Ideli Salvatti (Secretaria de Relações Institucionais) - terão de garantir novo ritmo às ações federais e resolver "gargalos políticos" que estavam obstruídos na Casa Civil. Para começar, será essencial que o governo encaminhe demandas represadas de aliados, para que Ideli se consolide no cargo mostrando serviço: fazendo nomeações para cargos federais nos estados e liberando emendas parlamentares apresentadas ao Orçamento da União ainda no ano passado. Interlocutores do governo garantiram que nomeações para cargos de segundo e terceiros escalões devem ganhar as páginas do Diário Oficial da União a partir desta segunda-feira. Na avaliação desses aliados, Ideli dará visibilidade a questões que estavam sendo negociadas e estavam à espera do aval de Palocci, que não vinha. A promessa é que, a partir de julho, haja um calendário de liberações das emendas do Orçamento de 2010, já que as de 2011 foram anuladas. Desde o início do ano, mesmo com os cortes no Orçamento de 2011, o governo já liberou, dos orçamentos de 2008 e 2009, mais de R$ 750 milhões. Mas o estoque de emendas aprovadas no Orçamento ultrapassa R$ 10 bilhões. Mais dependente do PMDB, que na crise se mostrou fiel mas exigente, e com o desafio de reunificar o PT na Câmara, Dilma terá que agir com rapidez. Ideli já começou a procurar parlamentares de confiança para pedir ajuda. A intenção é ter um grupo de colaboradores, muitos da época em que foi líder do governo no Congresso, para dialogar com Câmara e Senado. A primeira mexida no primeiro escalão do governo Dilma deve se limitar à da semana passada, por enquanto. Mudanças mais profundas virão numa segunda fase, provavelmente no fim do ano, quando ampliará o leque de ministros "com sua cara" - como Gleisi Hoffmann e Ideli Salvatti. Com a gestão do governo sob controle, mesmo durante a crise, o desafio de Dilma nas próximas semanas é a arrumação política. Para comandar o trabalho, além dela própria, que promete continuar os almoços com aliados, contará com Ideli e com o vice-presidente Michel Temer. O grupo palaciano sabe que não terá como fugir da pressão por cargos e emendas. A questão, dizia um dirigente petista sexta-feira, "é saber se esse bando de mulher brava vai conseguir negociar com partidos da base e resolver suas demandas a contento". Se isso não acontecer, acrescentou: "Vai ser uma encrenca."Na terça-feira, quando se definia a saída de Palocci, petistas reclamavam que nem o Incra - responsável pela questão agrária - tinha preenchido cargos do segundo escalão. No mesmo tom, líderes de outros partidos da base se queixavam, na semana passada, de que a defesa que fazem do governo não era retribuída. Eles esperam que Ideli tenha poder e não sirva apenas para atender a pedidos, como se referiam a Luiz Sérgio. Até o temperamento forte de Ideli é lembrado nessa hora.//
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
A presidentA Dilma Rousseff, começa a entender que os problemas de articulação política do seu governo não acabam com as saídas do Palocci e Luis Sérgio, e que 'gargalos políticosque estavam obstruídos pelo seu conselheiro da casa Civil e, que está mais dependente do PMDB, que continua exigente equerendo mais cargos e nomeaçoes para os segundo e terceiro escalões. Quanto as liberações das emendas do Orçamento de 2010, ja que as de 2011 foram canceladas, se não começarem a sair logo no início de julho, a 'fogueira' vai incendiar por completo. A dúvida, consiste no trio femenino ter jogo-de-cintura para unir e negociar com os partidos. Grandes encrencas, encontram-se na 'cabeceira da pista'.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

VAI OU NAO VAI?

Líderes do PT dão recado ao Planalto de que estão unidos; Com a possibilidade de o ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, ser substituído pela ministra da Pesca e ex-senadora Ideli Salvatti, os três principais líderes do PT na Câmara se reuniram e combinaram um discurso de união. Com racha entre as correntes do partido desde a condução do presidente Marco Maia (PT-RS), a iniciativa serve de recado à presidenta Dilma de que apesar dos conflitos nos bastidores, a bancada não abre mão de indicar o próximo ministro. O próprio Luiz Sérgio está na cota ministerial da bancada dos deputados do PT. O nome defendido nos bastidores para substituí-lo é o do líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP). Além dele participaram da reunião, o presidente Marco Maia e o líder do PT, Paulo Teixeira (PT-SP)
MOMENTOBRASILCOM.COM(COmentário):
Alem do racha interno do PT(3 correntes), o PMDB continua insatisfeito com o tratamento dado no governo, mantem-se na espreita dos acontecimentos, aguardando a hora do chamado bote; mesmo, confirmando-se a nome da ex-senadora Ideli Salvati(chamda nos bastidores de pitbull), aquela mesma que defendeu com unhas e dentes o Renan Calheiros no episódio que lhe custou a renuncia da presidencia, e que tamvem defendeu o José Sarnei quando dos 'famosos' atos secretos, parte do PT, o PMDB e a oposição não veem que bons olhos a indicação. Esperemos os resultados.

domingo, 12 de junho de 2011

LUIZ GONZAGA

MOMENTOBRASILCOM.COM:





O melhor do forró.









sábado, 11 de junho de 2011

TRABALHO na CASA ESPÍRITA.




A postura do trabalhador mediúnico na Casa Espírita, deve conter gestos espontâneos de gentileza, de boa educação, de solidariedade e de fraternidade. Jamais devemnos assumir atitudes ou importar modelos de gestão que concorram, direta ou indeiretame3nte, para a tristeza, a insatisfação, angústia, sofrimentos ou principalmente desconfortos das criaturas, mesmo que tais procedimentos sejam exitosos em contestos similares ao nosso, não o devemos utilizar, pois seu uso fere e afronta os propósitos espíritas de irmanar. Portanto. o trabalho na Casa Espírita deve ser realizado com prazer e, considerado como um alento para a alma e uma oportunidade imperdível de estar perto de Jesus. Se bem atentarmos paramissso, ninguem tem o direito de macular estes instantes sublimes de trabalho, promovendo insatisfação e tristeza no ambiente ou desenvolvendo atividades que mesmo bem intencionadas, destoam dos propósitos espíritas. A sintonia com os princípios doutrinários são indispensáveis. Disputas pelo poder, falta de3 cooperação, melindres e outros comportamentos entre trabalhadores que favoreçam a discórdia e o ressentimento, não se coadunam com a ética espírita, fatos estes, que contrariam as recomendações de Jesus. "Após ter ocorrido um fato que envolveu João e Tiago, aguns discípulos ficaram indignados com os dois, o que gerou um certo disturbio no grupo; Diante do ocorrrido, o Mestre chamou seus discípulos e disse-lhes:"Vóis sabeis que aqueles que são reconhecidos como chefes das nações as dominam e que os seus principes têm o poder sobre elas. Porem, entre vós nao deve ser assim, mas quem quiser se o maior, entre vós, será vosso servo".

sexta-feira, 10 de junho de 2011

A MALDIÇÃO DA CASA CIVIL.

EDITORIAL:
Desde o mensalão e a frase do ex-presidente: "Eu nao sabia de nada...", passando pelo epsódio da Erenice Guerra, chegamos aos casos "Palocci". O primeiro, a quebra do sigilo bancário do caseiro Francenildo. De volta ao governo atual, começou a ser chamado de "superministro", pela importancia do cargo de Chefe da Casa Civil, e ele acreditou...! Levado tambem, pelos inúmeros conselhos dados à Presidente. Como se não bastasse o escândalo anterior, continuou sua trajetória de levar vantagens em tudo, a lá Lei Gerson. Mas há um velho e sábio ditado: "Quem vai com muita sede ao pote, acaba afogando-se". Já no caso do PT, "quem nunca comeu melaço, quando come se lambuza". Ou seja: Chegou ao poder, é continua querendo tirar a 'barriga da miséria' a qualquer custo. A ponto de, numa possível impossibilidade de Presidenta( já existe o chamado plano "B"). O desrespeito é tão vergonhoso, que ignoram a pessoa do vice´presidente e seu partido, o maior da base aliada e consequentemente com 'balas' suficiente para enfrentar a guerra. Existe no palacio do planlto, a chamada "MALDIÇÃO da CASA CIVIL. Vamos aguardar, quanto tempo leva a nova Chefe da Pasta. Em suma: a nação brasileira, vive uma República dos escândalos.

quinta-feira, 9 de junho de 2011

A REPÚBLICA dos ESCÂNDALOS.

PPS pede que MPF-DF continue investigação sobre Palocci, e Serra diz que crise no governo Dilma será substituída por outra:
O líder do PPS na Câmara, deputado Rubens Bueno (PR), pediu nesta quarta-feira ao procurador da República do Distrito Federal, Paulo José Rocha Júnior, que prossiga com a investigação sobre o enriquecimento do ex-ministro Antonio Palocci no período que exercia mandato de deputado federal entre 2006 e 2010. Para ele, a
demissão do ministro não é um fator relevante para que as suspeitas de tráfico de influência e de enriquecimento ilícito deixem de ser investigadas. Também nesta quarta, o ex-governador de São Paulo José Serra (PSDB) quebrou o silêncio e disse, em seu blog, que Dilma resolveu apenas uma crise "imediata" com a saída de Palocci, que será substituída por outra, segundo ele, de maiores proporções
Linha do tempo da queda do ex-ministro Palocci:

A saída do ministro Antonio Palocci resolveu, sem dúvida, um problema político imediato para a presidente Dilma Rousseff, que será sucedido por outro de bom tamanho - escreveu o ex-governador. Amigo pessoal de Palocci, o ex-governador afirma que o ex-ministro era o "personagem forte de um governo hesitante e fraco do ponto de vista político e administrativo". Para Serra, Dilma está em uma situação difícil porque, diferentemente dos últimos presidentes (Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva), ela precisa de um "primeiro-ministro". O tucano termina o post com a seguinte pergunta: O Ministério Público Federal do Distrito Federal continua a investigação, mesmo após o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ter arquivado as representações contra Palocci. O líder do PPS informou que termina em cinco dias o prazo para que a empresa Projeto, de propriedade de Palocci , apresente as explicações solicitadas pelo MPF. O procurador também solicitou informações à Receita Federal e aguarda que o procurador-geral da República encaminhe todas as informações prestadas por Palocci à PGR. Na terça-feira, Gurgel prometeu encaminhar as explicações do ex-ministro ao MPF do DF. - Não é porque você deixa um cargo que o crime deixa de existir, o crime permanece até que ele seja elucidado e seja punido. Esta é a posição que nós defendemos no melhor sentido daquilo que é a República - disse o líder do PPS. Por enquanto, o procurador do DF não tem nenhuma informação documental além de reportagens de jornais para investigar possíveis atos de improbidade cometidos por Palocci.. Nenhum outro parlamentar de oposição compareceu a reunião no Ministério Público. Entretanto, o líder do PPS afirmou que representava todos partidos de oposição. Ele admitiu que os colegas "tinham outras prioridades".
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
A troca ou demissão de ministros ou postos dos segundo e terceiros escalões, é ato corriqueiro em qualquer governo sério. Mas em se tratando da República dos Êscândalos do Brasil, a conotação é de incertezas. A Presidenta vive um drama: Nunca havia disputado uma eleição e não tem 'jogo de cintura'. O temperamento explosivo e, o hábito de sempre mandar, são fatores determinantes para mais um 'inferno altral', vide o caso Erenice Guerra, apagões etc. Por conseguinte, vai precisar sim de um braço direito e forte, o que nos parece não ser o caso da Senadora paranaense. A iminente queda do Palocci, materializou-se quando durante a entrevista ao "JN" da Globo, notava-se o seu nervosismo e as mãos trêmulas, ao tentara apanhar o copo com água, rapidamente recolocou na mesa. Outrossim, a entrevista gravada(por exigência dele), teve como pano de fundo, uma janela envidraçada, onde se via o momento do transito e durante o dia. Ao final, a imagem mostrou que já era noite. Imagimanos quantas vezes foi interrompida(takes) até sua edição final. Mesmo afastado do governo, será mais uma "Eminência Parda", a exemplo do Zè Dirceu.

quarta-feira, 8 de junho de 2011

NOVO P.A.C.: Palocci Agora Cái !!!!!

A Presidenta cogita, num cenário de queda de Palocci, trocá-lo por um ministro de perfil "técnico", o que assessores da presidente tratam reservadamente como escalar uma "Dilma da Dilma". Os nomes citados são o da ministra Miriam Belchior (Planejamento) e de Maria das Graças Foster, diretora da Petrobras, que já constou da lista de ministeriáveis. O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, também é cotado entre assessores presidenciais como possível substituto de Palocci. Dilma ouvirá Lula antes de decidir futuro de Palocci:
A presidente Dilma Rousseff vai consultar a opinião de seu antecessor, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e de outros aliados antes de decidir se demite ou mantém o ministro Antonio Palocci na chefia da Casa Civil, informa reportagem publicada na Folha deste domingo (
íntegra disponível para assinantes do jornal e do UOL, empresa controlada pelo Grupo Folha, que edita a Folha). Lula chegou na sexta-feira ao Brasil, depois de uma viagem a Cuba e à Venezuela. Ele e Dilma tinham combinado conversar durante o fim de semana, algo que tem se tornado rotineiro.Palácio do Planalto, a avaliação geral é que as entrevistas de Palocci à Folha e ao "JN", da TV Globo, foram dadas tarde demais. Por essa razão, o impacto seria insuficiente para debelar a crise política que se formou no governo nas últimas três semanas.
Entrevista foi ritual de saída: Do blog de João Bosco Rabello A entrevista do ministro Antonio Palocci ao Jornal Nacional produziu um consenso nos meios políticos: tratou-se de um ritual de saída a autorizar a versão de que o governo já procura um substituto para a Casa Civil. A forma e o conteúdo da entrevista cumpriram o objetivo de dissociar os negócios do ministro do governo e do PT. Palocci admitiu não ter contado à presidente Dilma Rousseff tudo sobre a sua próspera consultoria, limitando-se a informar que cessara as atividades da empresa antes da posse para evitar conflito de interesses. Assumiu como decisão pessoal não revelar sequer sua carteira de clientes incluindo fraudulentamente essa informação no rol daquelas protegidas pela cláusula de confidencialidade comercial. Verdade ou não, ao dizer singelamente que “não quis aborrecer a presidente com esse tipo de detalhe”, como mencionou à Folha de S.Paulo, livrou Dilma do peso de explicar porque admitiu sua posse se estava informada de seus negócios – um obstáculo concreto à sua demissão.(Fonte: Col. do Noblat).
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Quem usa do raciocínio, e o faz com bonsenso, percebe na matéria acima que o óbvio, tambem é ululante. Contra fatos, não há argumentos. Sò resta ao superministro, pronunciar a frase: "Adiós amigos, compañeros de mi vida....."

terça-feira, 7 de junho de 2011

NOTAS MANCHADAS.

Febraban orienta a não aceitar notas manchadas de tinta :
A Febraban (Federação Brasileira dos Bancos), emitiu nota onde orienta a população a rejeitar as cédulas que estiverem manchadas de tinta. Isto porque, boa parte dos caixas eletrônicos está equipada com um dispositivo que mancha as cédulas com tinta rosa após a explosão do terminal por ladrões de banco. A federação informa que as cédulas manchadas estão sendo tratadas da mesma forma que as notas falsificadas. A Febraban esclarece que o dinheiro não perde seu valor, mas diz em nota publicada em seu site que as pessoas podem se recusar a receber o dinheiro marcado. Os bancos estão orientados a reter as notas marcadas, fazer a identificação do seu portador e encaminhar as cédulas suspeitas para análise do Banco central. A Febraban e o Banco Central têm se reunido constantemente para adotar procedimentos que ajudem a coibir os roubos a terminais e dificultar o uso do produto roubado.
OBS: QUEM MESMO DE BOA FÉ ACEITAR UMA NOTA MANCHADA, AO REPASSÁ-LA PODE SER SUSPEITO OU ATÉ MESMO PRESO ATÉ QUE PROVE SUA INOCÊNCIA. PARA ESTAR A SALVO DESSE PROBLEMA NUNCA ACEITE NOTAS MANCHADAS.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Tambem é prestação de serviços.

segunda-feira, 6 de junho de 2011

UMA BOA PEDIDA !






MOMENTOBRASILCO.COM(Comentário):Esta iniciativa da Secretaria de Segurança Pública da Bahia - SSP, é uma grande sacada contra a violência e a marginalidade. Seria de muito bom alvitre que os demais estados da Federação, tomassem como exemplo essa medida.

domingo, 5 de junho de 2011

RELAX DOMINICAL

Filho da Bahia:

sábado, 4 de junho de 2011

RESPONDENDO AO 'ARCA do CONHECIMENTO'.

"Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender. E se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta. "
"Postado por ArcadoAutoConhecimento às 13:43 Autoria: "
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
O texto acima motivou um pedido de explicação da Maria José, (por me conhecer e saber que jamais fico em cima do 'muro'), via matéria sôbre o tema, a respeito do meu comentário não concordando com as afirmações grifadas. Eis o por que:
Os confrades adéptos e os curiosos da doutrina Espírita, sabem que, antes do reencarne, os Espíritos passam por uma programação específica. E o porque disso? Justamente para que possamos rever todos os erros cometidos em vidas anteriores. È justamente no seio familiar, onde estão nossos maiores débitos e onde necessitamos da prática do perdão e o exercíco do amor, exatamente pelo pelo ódio e desavenças sentidos entre os componentes. Quantas vezes diz-se:' Essa criança traz 'a perversidade no sangue'; ou, 'esse menino, tem o espírito de velho'. Por mais incrível que possa parecer, são afirmações verdadeiras. O Espírito Joanna de Àngelis, não diz que: "Nascemos na familia que precisamos e não naquela que queríamos." Desta forma, trazemos ao nascer, a mágoa, o ódio e, muitas vezes a vingança, impregnada no nosso perispírito(o subconsciente). Aproveitamos para esclarecer outros pontos, a exemplo da pluralidade das existencias. Quem ao assistir a um filme, ou ver um deterrminado local na tv, ou ainda em viagem, ter a nítida impressão de ja conhecê-lo? e muitos chegam ao ponto de arrepiar-se. A isto, chamamos de 'Deja-VÚ'. Este fato, dá-se exatamente por reencarnações anteriores, já termos passado ou vivido nesse lugar. Pelo exposto, nascemos sim com o ódio e, porisso não posso de sã consciencia, concordar com tal afirmação do ilustre e nobre Mnadela.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

POR UMA VIDA MELHOR?

A professora Heloísa Ramos, publicou o livro Por uma Vida Melhor, no qual acata nosso idioma com erros crassos. Os filólogos Ruy Barbosa e Hernesto Carneiro Ribeiro, de certo estarão indignados. Não tive oportunidade de ler o livro, mas, baseado nas informaçoes da imprensa e comentários diversos, È inadmissível ese tipo de ofensa tão groseira: "Nós vai" e "nós pega o peixe", dentre outras anomalias, colocando assim, a concordância gramatical na lata do lixo. Eis, porque o ensino no país é caótico. Onde está a seriedade? o despreparo de boa parte dos professores é acentuado.Para a referida senhora, o uso do português correto, é enobismo, uma vez que, aceita e consdidera duas formas de expressão: a adequada e a inadequada. Quem escolheu por sacerdócio, o magistério, tem a obrigação de trilhar e ensinar o caminho correto, didático e caminhar pelo domínio da nossa língua pátria, quiser realmente trilhar por um vida melhor. Causa-nos grande espanto, o Ministério da Educação, fazer vistas grossas quanto a adoção do livro e principalmente sua distribuição nas escolas públicas. Percebo nas entrelinhas, uma tremenda' puxada de saco' no ex-presidente Lula, sabido por todos, homem de pouca instrução e autor de várias 'abobrinhas' em seus pronunciamentos. Assim sendo, resta-nos somente, bradar: RASQUEM-SE AS GRAMÁTICAS !

quinta-feira, 2 de junho de 2011

PIADA : O GRANDE REI.

ELE SE DIZ O REI DA MORALIDADE :
VEJA AI QUEM DE FATO É O DEPUTADO REGUFFE POR QUE O GRANDE LÍDER DA MORALIDADE SUMIU QUANDO ESTOUROU O ESCÂNDALO DA CAIXA DE PANDORA? TEVE MEDO, MUITO MEDO! ONDE ESTAVA O GRANDE LÍDER DA MORALIDADE QUANDO ESTOUROU O ESCÂNDALO DA CAIXA DE PANDORA? BEM LONGE, NA EUROPA POR QUE O GRANDE LÍDER DA MORALIDADE PAROU DE FALAR SOBRE GASTOS COM VERBA DE PUBLICIDADE? É QUE DESCOBRIRAM QUE ELE RECEBIA PATROCÍNIO DO GDF (SECRETARIA DE EDUCAÇÃO ) E CÂMARA LEGISLATIVA PARA SEU PROGRAMA “IDÉIAS COM REGUFFE “.
http://migre.me/1sIdD SERÁ QUE O SALARIO DE UM DEPUTADO DISTRITAL paga UMA CASA DE R$ 1,5 MI? A CASA FICA NO LAGO SUL E ESTÁ EM SEU NOME. POR QUE O GRANDE LÍDER DA MORALIDADE DIZ CONSEGUIR ECONOMIZAR VERBA DE GABINETE, MAS NÃO DIZ AS LEIS QUE APROVOU OU PROJETOS QUE DEFENDEU? SABE POR QUÊ? EM PRIMEIRO LUGAR, ELE TEM O HÁBITO DE CLONAR PROJETOS DE OUTROS DEPUTADOS. PARA FAZER ISSO NÃO PRECISA DE FUNCIONÁRIO QUALIFICADO. EM SEGUNDO LUGAR, AS LEIS DE AUTORIA DO DEPUTADO LÍDER DA MORALIDADE SÃO DE UMA IMPORTÂNCIA ENORME E MUDARAM COMPLETAMENTE A VIDA DO CIDADÃO. QUER VER? É AUTOR DA LEI DE DISPÕE SOBRE A OBRIGATORIEDADE DA UTILIZAÇÃO DE REDES DE SEGURANÇA NAS MÁQUINAS CORTADORAS DE GRAMA UTILIZADAS NO DISTRITO FEDERAL, É AUTOR TAMBÉM DA LEI QUE INSTITUI AOBRIGATORIEDADE DA INSTALAÇÃO DE ESTACIONAMENTO PARA BICICLETAS EM LOCAIS DE GRANDE AFLUXO DE PÚBLICO. É, ELE REALMENTE NÃO PRECISA DE VERBA DE GABINETE. POR QUE O GRANDE LÍDER DA MORALIDADE NÃO FALA QUE FOI FUNCIONÁRIO (ASSISTENTE PARLAMENTAR E DEPOIS PROMOVIDO A ASSESSOR TÉCNICO DO TIO SENADOR SÉRGIO MACHADO NO CONGRESSO? NEPOTISMO PURO E COM UMA AJUDINHA DO AGACIEL MAIA ATO DO DIRETOR-GERAL Nº 422, DE 1999.O DIRETOR-GERAL DO SENADO FEDERAL, no usoda atribuição que lhe foi conferida pelo Ato do Presidente do Senado Federal nº 181, de 1997, e de acordo com o queconsta no Processo nº 002036/99-1, RESOLVE exonerarJOSÉ ANTONIO MACHADO REGUFFE, matrícula nº30907, do cargo de Assistente Parlamentar do Gabinete do Senador Sérgio Machado, e nomeá-lo, na forma dodisposto no artigo 9º da Lei nº 8.112, de 1990, para exercerNº 1842 - 10 - Quarta-feira, 03 de fevereiro de 1999o cargo, em comissão, de Assessor Técnico, do Quadro dePessoal do Senado Federal, com lotação e exercício noGabinete do Senador Sérgio Machado.Senado Federal, 02 de fevereiro de 1999.Agaciel da Silva Maia, Diretor-Geral .VEJA MATÉRIA DO SITE DA CÂMARA E LINK DO DIÁLOGO ENTRE O EX- DEPUTADO PEDRO PASSOS E RONALDO JUNQUEIRA, DONO DO JORNAL COMUNIDADE GENTE, ESSE AI SE DIZ O DONO DA MORALIDADE, MAS NÃO É. VOTEM CONSCIENTE. NÃO A REGUFFE.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Entre lamentos e rosários de corrupções, segue o povo brasileiro, engolindo 'sapo', passando fome e........ levando ferrro!!!!! O congresso nada mais é que uma grande palhaçada.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

O CALOTE DE SEMPE.

Eletronorte não pode pagar dívida com precatórios.
Ministra Ellen Gracie: Eletronorte atua em um ambiente de concorrência, não pode usufruir de privilégios fiscais que não são concedidos ao setor privado O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem, por sete votos a três, que empresas de economia mista não podem pagar suas dívidas com precatórios. A Corte analisava um recurso da Sondotécnica Engenharia de Solos, que há 14 anos tenta receber, no Judiciário, uma dívida de mais de R$ 280 milhões da Eletronorte (Centrais Elétricas do Norte do Brasil). O valor se refere a contratos para a elaboração de projetos e acompanhamento técnico das obras das usinas hidrelétricas de Samuel, em Rondônia, e Manso, em Mato Grosso, nas décadas de 70 e 80. A Sondotécnica processou a Eletronorte porque não recebeu pelos serviços prestados. Mas já na fase de execução do processo, a Eletronorte argumentou que poderia pagar o valor com precatórios, seguindo o regime previsto no artigo 100 da Constituição Federal. A Eletronorte argumenta que, por prestar serviços públicos, estaria sujeita a esse regime. Segundo a empresa, entendimento contrário acarretaria prejuízos a suas atividades. Em novembro do ano passado, quando começou o julgamento, o ex-ministro do STF, Ilmar Galvão, defendeu a Eletronorte no plenário. Ele exemplificou o caráter público dos serviços prestados pela empresa ressaltando que ela tem, entre outros, o dever de instalar linhas de transmissão em regiões de consumo escasso, onde as companhias privadas não estão presentes. A Sondotécnica argumentou, por outro lado, que a Eletronorte é uma empresa de economia mista que presta serviços em um ambiente de concorrência. "Permitir o pagamento através de precatórios significaria conceder à Eletronorte um benefício que outras empresas do mesmo setor não têm", afirma o advogado Leonardo Rocha e Silva, do escritório Pinheiro Neto Advogados, que defendeu a empresa em parceria com o ex-ministro do STF, Aldir Passarinho. Ao anunciar seu voto em novembro, o relator do caso, ministro Ayres Britto, deu razão à Eletronorte. Para ele, a empresa presta serviços públicos essenciais, sem fins lucrativos, em áreas carentes como a Amazônia - onde não haveria disputa com o setor privado. Segundo o ministro, a execução dos débitos através de precatórios afastaria o risco de interrupção desses serviços. Ayres Britto acrescentou que o que interessa não é a natureza jurídica da empresa, mas a atividade que realiza. Os ministros Dias Toffoli e Gilmar Mendes seguiram o voto do relator. O julgamento havia sido suspenso por um pedido de vista da ministra Ellen Gracie, que, em seu voto ontem, decidiu seguir o voto divergente do ministro Joaquim Barbosa. Para a ministra, como a Eletronorte atua em um ambiente de concorrência, ela não pode usufruir de privilégios fiscais que não são concedidos ao setor privado. Ela ressaltou que a empresa não atua em regime de monopólio. O entendimento foi acompanhado pelos ministros Luiz Fux, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio e Cezar Peluso. A decisão, tomada pelo mecanismo de repercussão geral, é que a Eletronorte deve pagar suas dívidas pelo mesmo regime seguido pelas empresas privadas. Para o advogado Péricles D'Avila Mendes Neto, do Pinheiro Neto Advogados, que também atuou em defesa da Eletronorte, o julgamento é importante porque garante segurança jurídica. "Quando a empresa fez o contrato, ela nunca imaginou que pudesse receber por precatórios", afirma. Ele ressalta que o julgamento se aplica, de maneira geral, às sociedades de economia mista atuando em regime de concorrência. "Se todas elas pudessem usar o mesmo benefício de pagar dívidas com precatórios, seria um calote total", diz
.
MOMENTOBRASILCOM.COM(Comentário):
Mas é utilizando de todos os recursos ilícitos como o acima citado e descrito que o governo municipal, estadual ou federal age, para não pagar o que deve, em razão da corrupção. Tenta de qualquer maneira, passar o calote e, quando não é possivel, vão 'empurrando com a barriga' e adiando sempre. E quem depender da grana dos pagamentos, que 'se lasque'. Vá reclamar ao Bispo!Eta governozinhos sem credibilidade e moral. Enganação à todo custo.