sábado, 28 de junho de 2014

EM UM MINUTO APENAS















MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Em um minutos somente encontra-se a vida e a morte.








   Os fatos  que  relatamos, dramáticos e comoventes, envolvendo o médium Divaldo P. Franco e uma certa  família, foram por ele mesmo revelados, conforme a seguir:
        "Certo dia eu estava atendendo à fila, lá no Centro Espírita, quando chegou uma senhora com uma criança, muito nervosa e agitada. Ela estava tão inquieta  que me pediu para atendê-la de imediato.
Pedi licença às pessoas que estavam na frente e atendi-a.
Ela me disse que teria de voltar para casa, imediatamente, pois estava vivendo um drama muito sério, um problema com o marido, muito grave.
Contou-me que era muito feliz na vida conjugal, tinha tido um filho, quando, de repente, o marido arranjou uma amante e começou a maltratá-la, chegaram a ter vários atritos, e, à véspera, ele agredira-a fisicamente. Ela considerava aquilo o fim do casamento - agressão física!
Ficou desesperada! Naquela situação resolveu suicidar-se. Morando na Barra - que é um bairro sofisticado de Salvador (BA), perto do Farol, aonde o mar bate no penhasco, ela resolveu suicidar-se e, por vingança, matar o filho para que o marido ficasse com um problema de consciência.
 Pegou o filhinho de quatro anos para ir na direção do Farol. Quando estava atravessando a avenida, a criança escapuliu-lhe da mão. (É curioso como Deus nos armou do instinto de conservação da vida, enquanto a ira deseja que matemos o corpo). Ao percebê-lo solto, ficou angustiada ante o pavor de vê-lo morrer atropelado, embora, ainda há pouco, tivesse o desejo de matá-lo, o que é um paradoxo.
Quando conseguiu segurar o filho e abaixar-se para dar-lhe umas palmadas, o garoto apanhou um papel que estava no chão. Ela o arrebatou e ia jogá-lo fora quando viu escrito "UM MINUTO APENAS". Então, olhou-o melhor, interessada pelo título, com raiva o leu: "Num minuto penas, a tormenta acalma, a dor passa, o ausente chega. O dinheiro muda de mão, o amor parte, a vida muda". Foi andando, puxando a criança e lendo a página. No final estava escrito: Marco Prisco. Ela terminou de ler, passou o ímpeto - em um minuto! Parou e olhou em torno, já estava próxima ao penhasco, sentou-e e teve uma crise de choro. O impulso havia desaparecido. Ela viu que era escrita por mim - era uma página mediúnica. Nesse momento recordou-se de que, no Banco..., onde trabalhava o marido, havia um senhor que era espírita - sr. Elísio Dórea - e que um dia, indo à sua casa jantar, ele tentou falar-lhes sobre o Espiritismo. Mas, ela e o marido, de formação católica, reagiram em contrário ao tema.
Com essa angústia toda, ela voltou à casa e telefonou àquele senhor. Contou o acontecido, e, agora, não queria viver, nem morrer, não sabia o que fazer da vida. O amigo espírita explicou-lhe que era fácil encontrar-se comigo, deu-lhe o endereço, e ela ali estava para pedir uma orientação.
 Conversei demoradamente com ela, explicando-lhe que a vida era o dom mais precioso de Deus e que ela passasse a frequentar nossa Casa Espírita, na medida do possível. Já que o seu casamento estava em tal situação, ela fosse franca com o marido e lhe dissesse que o direito que ele tinha de ir para a casa de uma amante, ela também tinha de procurar aquilo que lhe fizesse bem. Caso ele tivesse qualquer suspeita do seu comportamento, aqui viesse e a surpreendesse, caso duvidasse de sua integridade moral.
Conversamos muito, ela saiu renovada e passou a frequentar as reuniões públicas. Foi mudando de comportamento, porquanto era também muito agressiva, estava magoada e reagia facilmente. 
Mais de um mês depois, ela estava conversando comigo, na fila, quando irrompeu um homem, visivelmente desesperado,  com um revólver na mão. Entrou pelo salão e chegou perto de mim com a arma em punho, dizendo, à frente de todos:
- Me disseram que o senhor é o  amante da minha mulher e eu vim aqui para por isso em pratos limpos!
- O senhor há de notar que é, realmente, um ato de amor - respondi-lhe   - mas de um amor fraterno, público, e não escuso, como aquele que o senhor se permite. O que sua esposa está buscando aqui é o amor universal, para não o odiar, ao senhor que desrespeitou o seu lar e a sua familia. E ela, ao invés de desrespeitá-lo, está dignificando o seu nome.
Ele levou um choque com as minhas palavras e ficou sem ação. Pedi-lhe, então, que guardasse a arma. Ele colocou no coldre, na cintura. Falei-lhe demoradamente, ele teve uma crise de choro e depois saíram abraçados.
A família foi reconstituída e hoje são excelentes espíritas. Ele, com o tempo, passou a canalizar as suas energias para a aplicação de passes, enquanto ela revelou a mediunidade de psicofonia. Através dela, foi trazido, pelos Benfeitores Espirituais, o agente da grande perturbação, que era um inimigo, um ex-marido de outra encarnação, que ela não soubera respeitar e que estava atirando o atual esposo invigilante ao adultério, para que ela enveredasse pelo suicídio.
Esclarecida a causa do desajuste conjugal, ela hoje dedica a vida à prática do bem, o lar está reconstituído, o casal tem três filhos.
 Aquele filho, quase assassinado, está adolescente de quinze anos e a paz voltou à familia.
        O obsessor reencarnou. É o filho caçula, está dentro de casa agora, apaziguando os dois.
Um minuto apenas !
Duas vidas salvas por uma página caída na calçada da movimentada avenida. Como foi parar ali? que prodigiosos recursos espirituais foram carreados para que aquela mulher a lesse, no momento certo? Como, na fração de um minuto , a criança vê a página no chão e, num impulso, a segura?
Um minuto apenas! É o tempo exato do socorro, do amparo, das bênçãos divinas.

quinta-feira, 26 de junho de 2014

UMA MORDIDA CARA!

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

A FIFA acaba de punir o atacante Luis Soares da seleção uruguaia por 9 (nove) jogos, quatro meses e multa de 100 mil francos suiços. O atleta não poderá frequentar estádios e qualquer tipo de partida durante quatro meses. Tanto esforço que fez após uma astrocopia no joelho a cerca de um mês, é jogado fora pela prática de um ato infantil. O prejuízo maior será do time do Uruguai que não poderá mais contar com seu principal jogador.

FUTEBOL DE BOLA DE GUDE










MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Com um futebol insipiente, a seleção de futebol do Brasil mais parece "seleção canalhinha". Após o terceiro jogo pela Copa, não consegue inspirar confiança no torcedor. Passamos para a segunda fase com as 'calças nas mãos". Golear uma seleção já desclassificada, não serve de parêmetro para um futebol penta-campeão. È público e notório que o futebol apresentado pelos jogadores do meio-campo (Paulinho e L. Gustavo) está áquem do esperado por todos nós. Os dois laterais apoiam mas não marcam. As avenidas Daniel Alves e Marcelo estão abertas para quem quiser desfilar. Ficar na dependencia do futebol do Oscar e das jogadas do Neymar para decidir os jogos, é muito pouco. Futebol é 'association'. È conjunto. E sem isto nenhum time de futebol obtem  sucesso. Caso a seleção brasileira continue jogando a 'bolinha de gude' atual, não passará pelo selecionado dos nossos irmãos chilenos.

O grito que não quer calar: "Muda, Felipão".







sábado, 21 de junho de 2014

BOM DIA COM JOANNA de ÂNGELIS

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

A amiga Joanna sempre com belas reflexões para todos nós.






terça-feira, 17 de junho de 2014

MÉXICO: A PEDRA NO SAPATO.

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Pra frente, BRASIL!!!!!












segunda-feira, 16 de junho de 2014

SCHUMACHER DEIXA O HOSPITAL












MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

O retorno vitorioso de um grande campeão..






O ex-piloto Michael Schumacher deixou o Hospital de Grenoble, na França, após sair do coma, informou nesta segunda-feira a assessora dele, Sabine Kehm, em comunicado oficial. Ela agradeceu o apoio dos fãs durante os quase seis meses desde o acidente de esqui sofrido pelo alemão, mas manteve o mistério sobre a recuperação do heptacampeão mundial de F1.De acordo com o comunicado, Schumacher ainda tem uma "longa fase de reabilitação" pela frente, que "acontecerá distante dos olhos do público".Praticamente todo o período em que Schumacher esteve no Hospital de Grenoble foi cercado de mistérios, com poucas informações oficiais sendo divulgadas.Ao longo dos quase seis meses desde o acidente sofrido em 29 de dezembro do ano passado, vários rumores foram noticiados na imprensa internacional e seguidamente desmentidos pela assessoria, como o boato de que Schumi sairia do hospital para ser tratado em casa, no começo do ano.Confira o comunicado oficial da assessoria de Schumacher:"Michael deixou o Hospital de Grenoble para continuar sua longa fase de reabilitação. Ele não está mais em coma.Sua família gostaria de agradecer a todos os médicos, enfermeiros e terapeutas que o trataram em Grenoble, bem como aos socorristas que o atenderam no local do acidente, que fizeram um excelente trabalho nestes primeiros meses.A família também gostaria de agradecer a todas as pessoas que enviaram pensamentos positivos a Michael. Estamos certos de que isso o ajudou.Para o futuro, gostaríamos de pedir compreensão, uma vez que sua posterior reabilitação acontecerá distante dos olhos do público."

domingo, 15 de junho de 2014

RELAX CULTURAL

MOMENTOBRTASIL.COM(Comentário):
A maioria da nação brasileira NÃO sabe que a introdução do nosso hino tem letra e porquê.








O CASAMENTO NA VISÃO ESPÍRITA

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):
A maior parte dos relacionamentos matrimoniais que se distinguem felizes, só o são, relativamente pelas afinidades de suas inclinações e instintos.







O Espiritismo ensina-nos que o casamento “é um progresso na marcha da Humanidade” e que a sua abolição significaria o “retorno à vida animal”.
(O Livro dos Espíritos, Questões 695 e 696 )
O casamento ou união de dois seres origina um regime de vida em comum pela qual duas criaturas se confiam uma à outra no campo da assistência mútua, na criação e desenvolvimento de valores para a vida implicando em direitos e deveres de um para com o outro.
Para além da união física e moral, o ser liga-se a outro com um compromisso afetivo, sendo estabelecido entre ambos um circuito de forças pelo qual se alimentam psiquicamente de energias espirituais em regime de reciprocidade.
Quase sempre recebemos como cônjuge a quem muito prejudicamos no passado ou a quem conduzimos ao desequilíbrio.
Há quem fuja à responsabilidade do matrimônio para evitar problemas ou sofrimentos inerentes aos compromissos previamente assumidos no plano espiritual. Estará assim adiando o seu resgate.
(Questão 298 do Livro dos Espíritos)

Apenas nas esferas superiores, advertem-nos a Espiritualidade, é que se encontra a verdadeira união e reciprocidade entre os espíritos.
Fonte: Espirit book.

domingo, 8 de junho de 2014

RELAX DOMINICAL

MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Confesso que não tive nenhuma intenção de gozação.









sábado, 7 de junho de 2014

OS NOSSOS FILHOS JÁ NÃO MORAM AQUI.














MOMENTOASIL.COM(Comentário):

Entendendo como funciona a coisa, é que teremos a verdadeira compreensão dos fatos.








Estimular todos aqueles que se encontram desesperados é como um poema de amor. O sentido de incentivar pode surgir de uma maneira tímida ou exuberante mas ele irrompe sempre vindo de corações sinceros virados à magia da esperança. Desejo que as minhas palavras se estendam para todos vós como braços de mãos abertas para vos encorajar a prosseguir. Que este livro seja compreendido como um acto de amor, compreensão e generosidade.
Anjo para sempre, asas libertas, deixei-te desprender, voar
Liberta a tua mãe de tanto pranto
Tenho de sorrir, sinto o teu manto cobrir-me quente e diáfano
Como o sol e a lua fecundando o espaço
Fazendo-me acreditar que ainda existes.
Afastem-se nuvens negras, mares revoltos, terra seca
O meu filho é mais do que tudo o que se vislumbra
É muito mais do que isso.
Viveu, sofreu, amou e muito deu a quem o sentiu como eu
Sempre e para todo o sempre assim tão perto
Olhem no azul lá longe, aquele pássaro rompendo horizontes
É ele que se afasta e escreve em tanta luz o seu caminho
Alegria meu amor, muita alegria por tudo o que foste e que nos deste.
Escrevi com o meu coração de mãe, interessada em auxiliar a transformar, mesmo devagarinho, a mágoa em saudade terna e suave, desejar que a esperança de aprender um novo futuro desate o nó da dor para, por fim, encontrarem uma boa harmonia interior.
Sejam positivos dando muita atenção uns aos outros. Quer seja no seio da família, no trabalho e mesmo nos momentos de lazer não desistam da partilha. Não se mortifiquem procurando a solidão. Usem bem o vosso tempo e, peço-vos, não se isolem.
Tenham dentro de vós a vontade de conciliação. Desejem que tudo porque passaram se transforme, paulatinamente, em coragem de prosseguir acreditando e aceitando novos desafios. Passarão assim a serem mais fortes, mais lúcidos para enfrentarem a vida, com uma filosofia que vos espantará.
Todo o tempo é tempo de recomeçar. Tirem partido das coisas boas e das más que vos aconteceram. Parar nunca! O tempo é breve, não perdoa aos indecisos, aos que não se querem escutar. Compara a tua vida sempre com a dos mais infelizes e aprenderás a ser mais condescendente com a tua própria vida.
Desperta e medita. Tenta estar consciente do momento presente. Vai-te ajudar a unir os elos da tua história. Recorda quem és, de onde vens, para onde vais e para onde queres, verdadeiramente, ir. Mesmo que não encontres respostas definitivas, para muitas das grandes questões da tua vida, não desistas. Não percas as tuas interrogações, para não te perderes pelo caminho.
Interrogações
Cada um de nós é um mundo, mas, não nos conhecemos
Nós que procuramos a sabedoria a cada instante
Cada momento nosso compreende vida única, talvez sem fim
Cada segundo, um a um, contém o insondável mistério da existência Nascente de todas as nascentes!
Originalmente parece que tudo está bem, tal como é
No entanto, não somos nada, tal como somos.
A cada instante posso regressar
À minha alegria ou à minha tristeza
Basta um lugar, uma palavra, um chilrear de pássaros.
Insustentável realidade que me sufoca!
Mas não comando, nem ninguém, muitas coisas mais…
Serei eu, tudo o que está dentro de mim?
Ou serei só uma partícula do Universo
Ínfima e insignificante
Talvez, para além do que eu entendo, seja importante…
Constantemente o meu coração verdadeiro e confuso bate
Na ânsia de saber onde tu estás? O que sou? Para onde vou?
Compreender!
É esta a minha esperança, a minha luz
Nascente de todas as nascentes!
Louva a vida, a natureza, o céu, o mar, tudo o que tens e, mesmo magoado pelas injustiças, não desistas. Estás vivo e essa vida tem um valor incalculável. Sorri.
Eu abraço-me à esperança. Sou das que crêem e espero, apesar de tudo o que nos aconteceu, que o nosso deserto será um dia fértil. Fértil de amor, de resignação e de paz.
Sou das que crêem que o sol um dia nascerá, deixando para trás a escuridão, para tornar a aquecer o vosso coração, e, por isso mesmo, desejo que acreditem que o amanhã será diferente, mais próximo da aceitação.
Caminhem com determinação sabendo que, depois de sofrerem os momentos mais escuros da vossa vida, encontrarão uma certa mansidão e serenidade para enfrentar a vida que vos resta. Não será uma serenidade constante mas, eu tenho esperança, que essa luz, vos fará encontrar um caminho menos espinhoso.    
Creio na vida e nos seus valores maiores que são a paz, a fraternidade, o amor e a justiça. Se os dias em que vivemos são difíceis temos a obrigação de amá-los ainda mais, temos que penetrá-los mais profundamente, até que tenhamos afastado todas as montanhas que escondem o sol da grande maioria dos pais que hoje choram os seus filhos.
É preciso ver, no que nos mata de tristeza, a oportunidade da esperança do dia seguinte. É preciso ver na negação de hoje a afirmação do amanhã. Semeemos pois a esperança do amanhã.
Sou das que crêem e, por isso mesmo, creio no amanhã, pois é lá que se escondem agora os meus sonhos e os meus desejos mais intensos.
Creio, como diz Sartre, “que o homem não é a soma do que ele tem, mas a totalidade do que ele ainda não tem e que ele ainda pode ter”.
Creio que a vida não caminha para trás, mas procura teimosamente novos caminhos que a levem para a frente. Por isso, tem que haver um amanhã, que nos pressagie dias melhores em honra dos nossos ausentes.
Sou das que crêem e, por isso mesmo, vejo na semente da esperança a árvore, a sua sombra e o seu fruto.
Todos podemos passar pelo princípio e pelo fim do desespero. Com que ficamos depois? Ficaremos com a saudade, o amor e a compreensão. Essa comunhão valorizará a vida e fará criar as resistências à dor e à amargura. Nunca ficaremos curados mas nenhum pai ou mãe o deseja. É preciso saber viver com os vivos mas também com os ausentes que nunca deixaremos de amar.
É necessário ir ao encontro de uma alegria muito especial, um sentimento quase puro, que nos fará encontrar a harmonia para vivermos com a razão e o amor no mesmo plano.
Serão sempre estas as reflexões que vos poderei transmitir. Só vos desejo apoiar com carinho, convicta que poderei ajudar a adormecer a vossa dor. Sinceramente, faço-o com o mesmo empenho como quando embalo o meu neto, quando está doente, para o confortar. Estarei sempre convosco porque sofri, chorei, desesperei e muito amei também durante todos estes anos.
Hoje vivo um caminho determinado e mais sereno onde, nas mais pequenas coisas, encontro a felicidade. É preciso não exigir demasiado à felicidade...temos de aprender com o tempo e com a vida a valorizarmo-nos como pais, que afinal não deixamos de o ser, e a quem os nossos filhos tanto amaram. Que as minhas palavras entrem nos vossos corações e vos ajudem, um pouco que seja, na desesperança que sentem.
Deixem hoje, por um breve instante, o inverno do vosso desalento. Esse passo em frente seria também um conforto para mim.
 Desafiem o futuro analisando o sentido real da palavra amor, junto daqueles que partilham convosco espaços comuns. Para todos, os que sofrem, o meu abraço, o meu sincero desejo que gradualmente se reconciliem com o amanhã. Só assim podem fazer frente ao sofrimento e à solidão. 
 “Meu filho, tu que me deste a alegria de te criar no meu ventre, dá-me coragem e sabedoria para continuar e aceitar com serenidade a tua perda. Não quero desistir da vida porque sinto e ouço o desespero dos outros meus iguais e, essa agudeza de espírito, faz-me compreender e enfrentar melhor o meu dia-a-dia. Quero acreditar no futuro porque tu, meu filho, me acompanhas e estou convicta que essa certeza me fará percorrer o melhor caminho. Tu és o meu orgulho, tu nasceste de mim e a tua vida não foi em vão. Obrigada por teres existido e pela tua companhia”.
 O tempo foi breve. Era ainda um bebé, uma criança, um adolescente, um pai ou mãe de família. Os nossos filhos foram os escolhidos. Pouca sorte? Fatalidade? Incúria? Destino? Não tenho respostas. Não pudemos salvá-los. Não tivemos ou não nos deram oportunidade. O mundo em que vivemos vai evoluindo…Tenhamos esperança no futuro, nos outros filhos que nascem a cada instante e que partilham, com todos nós, a vida. Que a mensagem que vos deixo seja uma luz que possa iluminar o vosso caminho.
 Os nossos filhos já não moram aqui.
(Fonte: Spirit Book).

quinta-feira, 5 de junho de 2014

MANDANDO EM TUDO











MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

O Brasil é mesmo o país dos desmandos e da corrupção. A Alemanha para patrocinar a Copa, gastou cerca de 9 milhões de dólares e a Fifa pagou os impostos. A Africa do Sul, gastou 10 milhões e a entidade pagou os impostos. O "Marolhinha" para trazer a Copa, isentou a Fifa. Resultado: o custo ficou em 35 milhões, e, anda tem o país que sofrer modificações em sua cultura e leis, ao permitir que bebidas alcoólicas sejam comercializadas nos nosso estádios. Para completar o negro quadro, a entidade maxima do futebol mundial, comprou temporiáriamente os direitos para usar a palavra 'pagode', durante o evento. Vejam só: uma palavra criada por brasileiros e já incorporada há anos ao nosso linguajar, agora é patrimônio da Fifa. Só podemos entender que ela queira criar uma nova palavra: FIFODE.
E a torcida verde-amarela que se 'lixe'.






N.E. Em parceria com o CPBRASIL.COM.







domingo, 1 de junho de 2014

RELAX DOMINICAL

MOMENTOBSIL.COM(Comentário):

Atendendo a pedidos.