terça-feira, 28 de abril de 2015

LAVA-JATO: PETROBRAS VIRA ASSISTENTE



MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):


Segundo o jornal O estado de S.Paulo, a Petrobras assumiu o papel de assistente do Ministério Público Federal na acusação aos réus da Operação Lava Jato. Reconhecida pelo juiz federal Sérgio Moro como vítima do cartel de empreiteiras que tomou o controle de contratos bilionários para distribuição de propinas a políticos, a estatal ingressou nas ações criminais da Operação Lava Jato com pedido de habilitação como assistente do Ministério Público.
Na prática, a Petrobras saiu do posto de "observadora passiva" nos autos para ficar ao lado da acusação contra empreiteiros, lobistas e seus ex-diretores que estão presos, entre eles Nestor Cerveró (Internacional), Renato Duque (Serviços) e Paulo Roberto Costa (Abastecimento), este em regime domiciliar. "A Petrobras tem acompanhado, na qualidade de interessada, todos os procedimentos criminais derivados da Operação Lava Jato, nas quais se investigam desvios milionários dos seus cofres e prejuízos patrimoniais consideráveis", dizem os advogados René Dotti e Alexandre Knopfholz, constituídos pela estatal.
Os advogados observam que a Petrobras tem auxiliado a Justiça Federal, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal na investigação de desvios, "prestando todas as informações solicitadas, realizando diligências e colaborando com o bom andamento dos trabalhos".



sexta-feira, 24 de abril de 2015

UM CONGRESSO BRINCANTE

MOMENTOBASIL.COM(Comentário):


È inacreditável que os senhores Renan "Escandalheiros" presidente do senado e Eduardo Cunha, (Câmara Federal) queiram à todo custo governar e mandar no Brasil. È uma tremenda brincadeira de mal gôsto afirmar que o projeto da Terceirização dentre outros não vai andar; Ou seja: 'eles comandam tudo que entrará em pauta e em detrimento dos anseios populares. Afinal, foram eleitos para trabalhar em benefício próprio ou da nacão? Até quando a classe política vai brincar com os brasileiros? Até quando ficaremos à mercêde uma vontade política inexistente?


sábado, 18 de abril de 2015

A ENCARNAÇÃO É LEI DA VIDA










MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Sem as reencarnações não há evolução, refazimentos e quitações de débitos. Portanto, são necessárias.







Impositivo estabelecido, irrefragavelmente, constitui processo de evolução, sem o qual a felicidade seria impossível. 
Programada pelo Criador, faculta os mecanismos naturais de desenvolvimento dos valores que jazem latentes, no ser espiritual, que assim frui, em igualdade de condições, dos direitos que a todos são concedidos. 
A reencarnação favorece com dignidade os códigos da Justiça Divina, demonstrando as suas qualidades de elevação e de amor.
Sem a reencarnação - que proporciona a liberdade de opção, co m as consequências decorrentes da escolha - a vida não teria sentido para os párias sociais, os homens primitivos, os limitados mentais, os amargurados e infelizes... 
Sem a reencarnação, o ódio inato e o amor espontâneo constituiriam aberração perturbadora em a natureza humana. 
Da mesma forma, as tendências e propensões que comandam a maioria dos destinos, seriam fenômenos cruéis de um determinismo absurdo, violentador das consciências e dos sentimentos. 
Sem a reencarnação, permaneceriam como incógnitas geradoras de revolta, as razões dos infortúnios morais, das enfermidades de alto porte, mutiladoras e degradantes, da miséria social e econômica que vergastam expressivas massas e grupos da sociedade terrestre. 
Sem a reencarnação, os laços de família se diluiriam aos primeiros impactos defluentes dos acontecimentos danosos... 
A reencarnação enseja reequilíbrio, resgate, reparação. 
Faculta o prosseguimento das atividades que a morte pareceria interromper. 
Proporciona restabelecimento da esperança, entrelaçando as existências corporais que funcionam como classes para o aprendizado evolutivo no formoso Educandário da vida terrestre. 
Oferece bênçãos, liberando de qualquer fatalidade má, que candidataria o Espírito a um estado permanente de desgraça. 
A reencarnação enobrece o calceta, santifica o vilão, eleva o caído, altera a paisagem moral do revoltado, dulcificando-o ao largo do tempo, sem pressa, nem violência. 
A reencarnação é convite ao aproveitamento da oportunidade e do tempo, que sempre devem ser colocados a serviço do progresso espiritual e da perfeição, etapa final da contínua busca do ser. 


Fonte: Centro Espírita Kardecista No Caminho da Luz (Joanna de Ângelis
Psicografia de Divaldo Pereira Franco)

sexta-feira, 17 de abril de 2015

'MÓDUS OPERANDI' DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO

MOMENTOBRAIL.COM(Comentário):

A terceirização da maioria dos profissionais da Imprensa, é usada pelas empresas de Comunicação notadamente as emissoras de tv e rádio, com o intuíto de reduzir responsabilidades e custos.








Claudia Cordeiro foi jornalista da TV Globo de 1989 a 2001; ela venceu ação em 2008

(Claudia Cordeiro foi jornalista da TV Globo de 1989 a 2001; ela venceu ação em 2008)


Terceirizada, mulher de Eduardo Cunha venceu ação trabalhista contra a TV Globo


A jornalista Cláudia Cordeiro Cruz, ex-apresentadora da TV Globo que prestava serviços como terceirizada para a emissora entre os anos 1989 e 2001, ganhou ação no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em 2008, obrigando a empresa da família Marinho a contratá-la com carteira assinada e com todos os direitos trabalhistas.
O caso ganhou notoriedade na imprensa nesta semana pelo fato de a jornalista ser mulher de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara e um dos principais articuladores do projeto de lei 4330/04, que regulamenta e autoriza a terceirização para todas as atividades trabalhistas no Brasil. O fato curioso é que, se a terceirização do trabalho fosse válida há 15 anos, a mulher de Cunha não teria vencido a disputa com a Rede Globo.
Cláudia foi repórter e apresentadora de programas como "Jornal Nacional", "Jornal da Globo", "Bom Dia Rio", "Jornal Hoje", entre outros. De acordo com o Portal da Imprensa, a jornalista prestava serviços à TV Globo através de uma empresa criada em seu nome (C3 Produções Artísticas e Jornalísticas), o famoso PJ (Pessoa Jurídica), com contratos de "locação de serviços".
Após Cláudia sofrer uma faringite, a TV Globo informou que o contrato da jornalista não seria renovado. A jornalista usou a faringite, que é considerada doença ocupacional, como base para a ação trabalhista que moveu contra a emissora. Além de pedir vínculo de emprego, a jornalista pediu no processo o ressarcimento das despesas e indenização por danos morais, já que passou por uma cirurgia por causa da doença, e nenhuma despesa foi paga pela TV Globo.
Com base em depoimentos de um editor da emissora, o TRT do Rio de Janeiro reconheceu a existência de vínculo empregatício, uma vez que a jornalista tinha de cumprir horário de trabalho e relação de subordinação com a Globo, características que comprovam o vínculo de trabalho, condenando a emissora a registrar Cláudia em carteira de trabalho por todo o período de contrato, entre maio de 1989 e março de 2001.
A Globo recorreu, mas o TST rejeitou a apelação, mantendo a decisão do tribunal fluminense.
No segundo parágrafo do PL 4330, consta que o vínculo empregatício se resume à empresa contratada, e não junto à contratante. "Não se configura vínculo empregatício entre a empresa contratante e os trabalhadores ou sócios das empresas prestadoras de serviços, qualquer que seja o seu ramo", diz o trecho.
Em outras palavras, se o PL 4330 existisse naquela época, a esposa de Eduardo Cunha não poderia ter entrado com a ação, pois a legislação vigente não permitiria que ela questionasse o vínculo com a emissora na Justiça.
Vale lembrar que, além da Câmara dos Deputados, a nova lei precisa ser aprovada também pelo Senado e sancionada pela presidente Dilma Rousseff (PT) para entrar em vigor.
Fonte:(Com informações do Portal Imprensa e Brasil Post) 

quinta-feira, 16 de abril de 2015

...E CONTINUA A LAVAGEM


MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Foi preciso um juiz federal do Paraná, para começar a mostrar ao país o tamanho da corrupção reinante durante décadas e décadas; A operação Lava-Jato continua expandindo as investigações e, pelo andar da carruagem, imitando os 'braços' de um polvo, seus tentáculos permanecem figando corruptos e corruptores em incontáveis setores do Governo Federal; Iniciou com a Petrobrás, Receita Federal, atualmente o setor elétrico é a bola da vez, especificamente a Eletronorte subsidiária da Eletrobrás, onde quem manda é o senhor Adhemar Palocci (irmão do Antonio) e homem de confiança do PT. O governo da gerentona, a cada dia com sua agonia, colocando assim, a toda a 'Petralhada' no olho do furação. Provar-se o envolvimento da Presidanta e seu padrinho, o ex-marolhinha é questão de tempo.
Quem viver, verá!


sábado, 11 de abril de 2015

REENCARNAÇÕES













MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Entenda como se processa as reencarnações.







No intervalo compreendido entre as reencarnações (reencarnação = entrar de novo na carne, isto é, em novo corpo físico), em geral, o Espírito imortal, no exercício de seu livre-arbítrio, escolhe o gênero de provas por que há de passar em sua próxima experiência e, com isso, assume desde logo a responsabilidade por suas decisões e logicamente pelas conseqüências delas decorrentes. Sendo importante destacar que esta escolha diz respeito ao gênero das provas propriamente dito, e não às suas particularidades, razão pela qual os Mentores Espirituais, como sempre, recomendam cautela.
Toda reencarnação é precedida de planejamento. O Espírito trabalha, pesquisa, estuda e observa para fazer a sua escolha. Tal afirmação às vezes provoca surpresa, por existir quem acredite que, na Terra, integra determinada família por engano. Entretanto, e como facilmente se pode observar, um mínimo de planejamento é necessário até mesmo para o cumprimento de tarefas primárias de nosso dia-a-dia. E quanto ao trabalho (toda ocupação útil é trabalho” – “O Livro dos Espíritos”, questão 675), não deveria nos surpreender a afirmação de sua existência após a desencarnação diante do que disse Jesus, o Cristo, há mais de dois mil anos:  O Pai trabalha até hoje, isto é, sempre!
De outra parte, informado do planejamento, há quem não compreenda, por exemplo,  a razão de alguém escolher a prova da miséria quando poderia optar pela prova da riqueza, que proporciona facilidades, conforto, bem-estar. No entanto, completada a informação, passa a entender que ambas as provas são difíceis e que a prova da riqueza provavelmente seja mais difícil porque pode torná-lo avaro e egoísta; pode lançá-lo aos vícios.
De certo modo, agimos assim, quando fisicamente adoentados, por exemplo, tomamos o remédio mais desagradável para nos curarmos de pronto.
Está mais do que comprovado que precisamos aprender, crescer, progredir intelectual e moralmente e que não nos encontramos em férias, e muito menos em férias permanentes.
Até atingir a perfeição relativa, o Espírito passa por provas e expiações (“A prova examina, experimentando o grau de preparação do educando” – “A expiação ensina, rigorosa, a lição desperdiçada na inutilidade ou na viciação.” – livro “Dimensões da Verdade”, Espírito Joanna de Ângelis, psicografia de Divaldo Pereira Franco, ed.   Leal, cap. “Sob testes e exames”). O ideal é que enfrentemos com fé, resignação e amor, mantendo-nos ativos, trabalhando e estudando sempre, procurando eliminar quanto antes as queixas de nossa vida.
A propósito, como já esclareceu André Luiz, Espírito, no livro Agenda Cristã: “As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão nos outros um só grama de simpatia por você.” (psicografia de Francisco Cândido Xavier, ed. FEB, cap. 38).
Na mesma linha, no livro “Para Uso Diário”, o Espírito Joanes aconselha: “Evite a lamentação, uma vez que ela em nada lhe auxiliará. Não diminuirá o peso da sua cruz, nem dispensará as nuvens que estejam toldando, porventura, os seus horizontes.” (psicografia de José Raul Teixeira, Ed. Fráter, cap. 20).
Como se pode observar com muita facilidade, a queixa não soluciona qualquer problema. Logo, se não resolve nem sequer acrescenta nos outros um só grama de simpatia por nós, cabe perguntar: que postura devo adotar? Qual a mais adequada? Qual a que mais nos beneficia?
A reencarnação, repetimos para enfatizar, é sempre precedida de planejamento, de modo que ninguém está solto, só, e muito menos por acaso na Terra, havendo fortíssimas razões para termos renascido neste ou naquele país, nesta ou naquela cidade, nesta ou naquela família, com incontáveis facilidades ou dificuldades, etc., mesmo que agora não saibamos identificá-las e apontá-las.
A reencarnação, como bênção de oportunidade, reflete a Justiça de Deus. Oportunidade de corrigir nossos erros, males e equívocos, ainda que parcialmente, de ajustar e reajustar contas. Oportunidade de crescimento, de evolução, de progresso intelectual e moral. Oportunidade ímpar de dar nova direção à nossa Vida, com o ingresso definitivo na estrada do Bem, praticando-o onde quer que nos encontremos.
Fonte: Mundo Espítrita.

sábado, 4 de abril de 2015

VISÃO DA PÁSCOA.













MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):

Abaixo a explicação de como a Doutrina Espírita vê as celebrações da Pàscoa.






O Espiritismo não celebra a Páscoa, mas respeita as manifestações de 
religiosidade das diversas igrejas cristãs, e também não proíbe que seus 
adeptos manifestem sua religiosidade.
Páscoa, ou Passagem, simboliza a libertação do povo hebreu da escravidão 
sofrida durante séculos no Egito, mas no Cristianismo comemora a 
ressurreição do Cristo, que se deu na Páscoa judaica do ano 33 da nossa era, 
e celebra a continuidade da vida.
O Espiritismo, embora sendo uma Doutrina Cristã, entende de forma diferente 
alguns dos ensinamentos das Igrejas Cristãs. Na questão da ressurreição,
para nós, espíritas, Jesus apareceu à Maria de Magdala e aos discípulos, com
seu corpo espiritual, que chamamos de perispírito. Entendemos que não houve
uma ressurreição corporal, física. Jesus de Nazaré não precisou derrogar as 
leis naturais do nosso mundo para firmar o seu conceito de missionário. 
A sua doutrina de amor e perdão é muito maior que qualquer "milagre", até mesmo 
a ressurreição. Isto não invalida a Festa da Páscoa se a encararmos no seu simbolismo. 
A Páscoa Judaica pode ser interpretada como a nossa libertação da ignorância, 

das mazelas humanas, para o conhecimento, o comportamento ético-moral. 
A travessia do Mar Vermelho representa as dificuldades para a transformação. 
A Páscoa Cristã, representa a vitória da vida sobre a morte, do sacrifício 
pela verdade e pelo amor. Jesus de Nazaré demonstrou que pode-se Executar 
homens, mas não se consegue matar as grandes idéias renovadoras, os grandes 
exemplos de amor ao próximo e de valorização da vida.
Como a Páscoa Cristã representa a vitória da vida sobre a morte, queremos 
deixar firmado o conceito que aprendemos no Espiritismo, que a vida só pode 
ser definida pelo amor, e o amor pela vida! Foi por isso que Jesus de Nazaré 
afirmou que veio ao mundo para que tivéssemos vida em abundância, isto é, 
plena de amor!


sexta-feira, 3 de abril de 2015

CELEBRANDO A PÁSCOA.


ressurreição










MOMENTOBRASIL.COM(Comentário):


Assim como ocorre no natal, ganãncia por resultados financeiros distorce o verdadeiro espírito da "Semana Santa"









O verdadeiro significado da ressurreição de Jesus.

Todos os anos, ao chegarmos nessa época, a sociedade cristã relembra o episódio de maior importância na história religiosa da humanidade: a paixão de Cristo, comumente representada por sua imagem martirizada em uma cruz. 

Influenciados pelo capitalismo, aproveitamos a data do aniversário da ressurreição de Jesus para trocarmos chocolates das mais variadas formas e sabores, pagamos caro pelo típico bacalhau presente na ceia das famílias mais abastadas e cometemos então, o pecado capital da gula.

Associamos a imagem do Cristo morto às conveniências do egoísmo de uma sociedade que se preocupa em lucrar em todas as oportunidades e esquecemos de que Jesus nasceu e tem nascido todos os dias, em diferentes épocas e lugares nos corações dos homens que descobrem o seu amor.
Comovemos-nos com as inúmeras peças teatrais que reproduzem a via sacra de Jesus, malhamos indignados a figura de Judas, o traidor e não lembramos que o próprio Cristo traído, nos ensinou o perdão.

A cada ano nos distanciamos um pouco mais dos ensinamentos do mestre, talvez descrentes pelas consequências de nossas próprias atitudes e ignorando que o homem interior é capaz de se renovar sempre.
A luta nos enriquece de experiência, a dor aprimora nossas emoções e o sacrifício tempera-nos o caráter. Mas não basta apenas ter as aparências da pureza, é preciso antes de tudo ter a pureza de coração.
É necessário promovermos a mudança sincera de nossas atitudes, amadurecer nossos sentimentos vis, através dos princípios que ele nos deixou.
E parafraseando Chico Xavier, Jesus não nos exigiu nada, não nos impôs grandes sacrifícios, só pediu para que nos amássemos uns aos outros.
Deixemos então, a imagem daquele Cristo morto e crucificado para darmos lugar ao Cristo vivo em nossas vidas. O nosso Jesus está sim, de braços abertos, olhando por cada um de nós.

Feliz Páscoa!
Fonte: Spirit book

Exibições: 197 Responder esta